Edições anteriores

2011
2012
2013
2014
2015
2016
2017
2018

Edição 2011

Conquistar pontos para o ranking mundial dentro de casa e obter intenso intercâmbio com as principais escolas do tênis mundial. Os dois objetivos foram amplamente alcançados durante a primeira etapa do Circuito Feminino, depois de percorrer seis etapas.

Nada menos que 21 países participaram do torneio e, mais significativo ainda, representaram quatro continentes e as três Américas. Ao longo de seis meses, as quadras de saibro paulistas receberam tenistas de oito nações sul-americanas, além do México e dos Estados Unidos. Também estiveram aqui meninas de verdadeiras potências, como França, Rússia, Itália, Alemanha, Suécia e Suíça, e de países distantes como Japão e Índia. A África do Sul também participou.

O alto nível técnico dificultou o trabalho das brasileiras, que conquistaram um título de simples com Nathalia Rossi, dois vices (Carla Forte e Nanda Alves) e outras três presenças na semi (Eduarda Piai, Nathaly Kurata e Monique Albuquerque). E levaram vários troféus em duplas (Gabriela Cé, Nanda Alves e Karina Venditti ganharam duas etapas, enquanto Forte, Piai, Laura Pigossi e Flávia Araújo venceram uma).

Juvenis como Nathaly Kurata, Carla Forte e Gabriela Cé surgiram com força no cenário profissional, enquanto nomes pouco conhecidos chamaram a atenção, como Pigossi, Venditti e Araújo.


Relembre as campeãs de cada etapa

Tennis Country Club - Irina Khromacheva (RUS)
Clube Athletico Paulistano - Andrea Benitez (ARG)
Tênis Clube de Santos - Andrea Benitez (ARG)
Clube Paineras do Morumby - Nathalia Rossi (BRA)
Daher Tennis Lounge - Maria Irigoyen (ARG)
Clube Helvetia - Carolina Zeballos (ARG)

Edição 2012

Bem mais preparadas e já com maior experiência, as brasileiras aproveitaram muito bem a segunda edição do Circuito Feminino, disputada ao longo de seis etapas sobre quadras de saibro e com forte presença de tenistas estrangeiras.

Basta olhar os resultados para ver como a sequência de torneios no saibro paulista foi importante para a nova geração. Até então pouco conhecida, a canhota gaúcha Gabriela Cé ganhou seu primeiro torneio internacional, enquanto a ainda juvenil Laura Pigossi deu arrancada fundamental na carreira.

Outras, como a carioca Ana Clara Duarte e a paulista Roxane Vaisemberg, aproveitaram o Circuito para retomar seus melhores momentos, voltando a erguer troféu de campeãs.

Mais uma vez, as estrangeiras se maravilharam com a excelente organização do Circuito, as sedes escolhidas e fizeram mais uma vez importante publicidade do torneio pelo mundo.


Veja as campeãs de cada etapa

Tennis Country Club - Gabriela Cé (BRA)
Clube Athletico Paulistano - Gabriela Paz (VEN)
Tênis Clube de Santos - Ana Clara Duarte (BRA)
Clube Paineras do Morumby - Roxane Vaisemberg (BRA)
Daher Tennis Lounge - Laura Pigossi (BRA)
Clube Helvetia - Fernanda Brito (CHI)

Edição 2013

A nova geração do tênis sul-americano marcou forte presença na terceira edição do Circuito Feminino, que pela primeira vez chegou às tradicionais quadras de saibro do Graciosa Country Club de Curitiba.

Nada menos que quatro das seis etapas foram vencidas por promissoras jogadoras do continente, com destaque para a paulista Beatriz Haddad Maia e a gaúcha Gabriela Cé. A elas se juntaram a peruana Bianca Botto e a paraguaia Montserrat González.

A expansão do Circuito para Curitiba se provou uma excelente iniciativa, já que o público paranaense compareceu em grande número diariamente. E ainda pode ver uma sensação: a paulista Letícia Vidal, de apenas 16 anos, que chegou à semifinal de simples e conquistou o título de duplas, ao lado de Carolina Alves, sobrinha de Fernando Meligeni.

Relembre a lista de vencedoras do Circuito em 2013:

Tennis Country Club - Beatriz Haddad Maia (BRA)
Clube Athletico Paulistano - Roxane Vaisemberg (BRA)
Tênis Clube de Santos - Gabriela Cé (BRA)
Daher Tennis Lounge - Montserrat Gonzalez (PAR)
A Hebraica - Bianca Botto (PER)
Graciosa Country Club - Ana Clara Duarte (BRA)

Edição 2014

A propaganda positiva que o Circuito Feminino recebeu de suas participantes nas edições anteriores levaram a uma inédita presença maciça de tenistas europeias na edição de 2014. Se isso dificultou a missão das brasileiras, ao menos tempo foi uma excepcional oportunidade de intercâmbio com novas escolas.

O Circuito Feminino ao mesmo tempo ficou ainda mais importante. Três das seis etapas autorizadas pela Federação Internacional ganharam o status de torneios nível 'challenger' e com isso ofereceram ainda mais pontos para o ranking internacional da Associação Feminina (WTA).

Ex-número 38 do ranking em busca de recuperação técnica e no ranking, a romena Irina Begu foi a grande atração das primeiras etapas e mostrou sua excepcional qualidade com dois títulos. As brasileiras aproveitaram, com Paula Gonçalves vencendo pela primeira vez no Circuito e Gabriela Cé chegando ao terceiro troféu.

Veja as campeãs em 2014:

Club Athetico Paulistano - Stephanie Vogt (LIE)
Sociedade Hípica de Campinas - Irina Begu (ROM)
A Hebraica - Irina Begu (ROM)
Tennis Country Club - Victoria Bosio (ARG)
Daher Tennis Lounge - Paula Gonçalves (BRA)
Clube de Campo Santa Rita - Gabriela Cé (BRA)

Edição 2015

Assim como aconteceu no ano atenrior, três das seis etapas do Circuito Feminino foram autorizadas pela Federação Internacional para ter o status de nível 'challenger' e com isso ofereceram valiosos pontos para o ranking internacional da Associação Feminina (WTA).

E com isso novas tenistas estrangeiras, muitas delas com vasto currículo, enriqueceram o Circuito. Foi o caso das espanholas Laura Pous, que ergueu no Paulistano o 20º troféu da carreira, e Lourdes Dominguez, ex-top 40 vencedora em Curitiba. Europeias ganharam cinco das seis etapas.

A etapa paranaense foi especial, já Teliana Pereira pôde disputar um torneio oficial pela primeira vez na sua cidade adotiva. A nova geração também brilhou, com títulos de Carol Alves e Ingrid Martins em duplas.

Relembre o quadro de campeãs do Circuito em 2015:

Club Athetico Paulistano - Laura Pous (ESP)
Sociedade Hípica de Campinas - Andreea Mitu (ROM)
Graciosa Country Club - Lourdes Dominguez (ESP)
Daher Tennis Lounge - Victoria Bosio (ARG)
Tennis Country Club - Valeriya Strakhova (UCR)
Clube de Campo Santa Rita - Katarzyna Kawa (POL)

Edição 2016

Mais uma vez, o Circuito Feminino teve três de suas cinco etapas em 2016 com o status de nível 'challenger' e com isso atraíram tenistas de diferentes escolas do tênis internacional.

Foi um ano de surpresas e de excelente aproveitamento da nova geração. A espanhola Sara Sorribes, de 19 anos, ganhou a etapa do Paulistano em cima da cabeça 1 Andreea Mitu e a ucraniana Dayana Yastremska, de apenas 15, fez uma campanha incrível e superou até um problema médico na final para faturar na Hípica de Campinas. Duas tenistas de 23 anos decidiram o título no Graciosa Club de Curitiba, com vitória final da argentina Catalina Pella.

O tênis brasileiro só conseguiu sucesso nas etapas finais, disputadas em São José Rio Preto e São José dos Campos. A paulista Laura Pigossi, de 21 anos, fez grande semana no Monte Líbano e a gaúcha Gabriela Cé, de 23, decidiu em casa na Daher Tennis, e foi batida pela argentina Nadia Podoroska.

Relembre o quadro de campeãs do Circuito em 2016:

Club Athetico Paulistano - Sara Sorribes (ESP)
Sociedade Hípica de Campinas - Dayana Yastremska (UCR)
Graciosa Country Club - Catalina Pella (ARG)
Clube de Campo Santa Rita - Laura Pigossi (BRA)
Daher Tennis Lounge - Nadia Podoroska (ARG)

Edição 2017

Com forte presença estrangeira, o Circuito Feminino de 2017 teve duas de suas quatro etapas com o status de nível 'challenger', mas ainda assim Laura Pigossi foi uma grande surpresa e chegou à final da etapa disputada no clube Paulistano e vencida pela top 100 Irina Khromacheva. O público superlotou a quadra principal para torcer pela prata da casa.

Foi mais um ano de surpresas no Circuito, que recebeu juvenis internacionais de primeira qualidade e novamente cumpriu seu papel de dar espaço às brasileiras. A russa Anastasia Potapova, de 15 anos, fez uma campanha incrível e conquistou a forte etapa de Curitiba, superando até mesmo Teliana Pereira, dona da casa. Na final, superou outra revelação de 15 anos, a norte-americana Amanda Anisimova.

O tênis brasileiro conseguiu sucesso nas duas etapas seguintes, disputadas em Campinas e São José dos Campos. Natural da cidade, Paula Gonçalves contou com o apoio do público da Hípica para chegar ao título e a paulista Nathaly Kurata derrotou três cabeças de chave nas rodadas decisivas para levantar o troféu no saibro do Santa Rita.


Relembre o quadro de campeãs do Circuito em 2017:

Graciosa Country Club - Anastasia Potapova (RUS)
Club Athetico Paulistano - Irina Khromacheva (RUS)
Sociedade Hípica de Campinas - Paula Gonçalves (BRA)
Clube de Campo Santa Rita - Nathaly Kurata (BRA)

Edição 2018

Relembre o quadro de campeãs do Circuito em 2018:

Graciosa Country Club - Tamara Zidanšek (ESL)
Sociedade Hípica de Campinas - Harmony Tan (FRA)
Clube de Campo Santa Rita - Maria Lourdes Carle (ARG)